6 LIVROS NÃO ÓBVIOS DE POESIAS ESCRITOS POR NORDESTINOS

Se a poesia é enxergar além do óbvio e criar entrelinhas e/ou metáforas que tocam essências, o Nordeste é terra que também vai muito além de estigmas e paradigmas criados por grande parte do povo brasileiro. Jovens autores nordestinos têm mostrado a universalidade dos seus temas nos mais diferentes formatos poéticos e comprovando com toques criativos como nada é como apenas parece ser. Confira seis desses autores não óbvios da nova geração.

Resultado de imagem para writing gif

Poesias são formas diferentes de captar o literal, indo para além dele. Com metáforas e/ou entrelinhas sagazes, elas podem transformar algo clichê em uma reflexão totalmente não óbvia. “É sobre enxergar em uma bota, um jarro de flores”, como diz Vanessa Brunt que, dentre os seus sete livros, tem no Entre Chaves um compilado apenas de poemas.

Nomes como Carlos Drummond de Andrade, Manoel Bandeira, Francisca Júlia da Silva e Florbela Espanca assinaram poemas famosos, que marcaram a história de gerações. Mas a nova geração de escritores brasileiros tem supreendido e ganhado espaço na cena literária atual, não necessariamente contando com rimas nas poesias, mas ainda seguindo a sua essência de captar uma outra visão de mundo.

Resultado de imagem para writing gif

E, para quem já chegou a pensar que autores nordestinos escrevem, em poesias, apenas sobre o sertão (o que não significa também algo negativo), estaria aí uma grande enganação. A vida urbana, bem como outros tópicos centrais, são desenlaçadas nas obras que vão da poesia concreta aos sonetos.

Temas mais universais como relacionamentos amorosos e problemáticas mais discutidas no universo atual, como os relacionamentos abusivos, também aparecem nas obras. Confira a lista com seis livros não óbvios de poesias que seguem temáticas diferenciadas e são escritos por jovens autores nordestinos:

1. Pensamentos Supérfluos – Coisas que Desaprendi Com o Mundo | Evanilton Gonçalves

Um apanhado de críticas sociais de um jovem professor pelos recantos da capital baiana renderam uma mistura de contos, prosas e poesias concretas, originando o livro Pensamentos Supérfluos. As inquietações de Evanilton Gonçalves, 33, evocam imagens e semelhanças com outros centros urbanos, enquanto conseguem, ainda, relembrar de fatores derivados da colonização.

O autor, graduado em Letras Vernáculas pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e Mestre em Língua e Cultura, passeia pelas indignações sobre as violências e as banalizações diárias das tragédias urbanas, individuais e coletivas, fazendo com que qualquer vivenciador da vida nas cidades possa se identificar de qualquer canto do país – ou, talvez, do mundo.

Constantemente Gonçalves cita o Livro do Desassossego, de Fernando Pessoa, mostrando o quanto a obra pode servir como representação para diversas áreas do planeta, já que Pessoa, em seu livro indicado, também filtrava os altos e baixos de Lisboa e de si próprio na interação com a cidade.

ATENÇÃO! Diferente dos demais da lista, o trabalho do soteropolitano é o único que não conta apenas com poesia, mesclando também diversos tipos de textos. A obra apresenta, em formatos diferenciados, poesias concretas (como dito acima) e sem seguir necessariamente formatos como versos.

Para descobrir livros de poemas, com estruturas específicas, confira as indicações abaixo.

Onde comprar: livraria Travessa ou livraria Boto Cor de Rosa (ainda aguardando reposição).
Formato: versão física
Preço: R$ 30
Ano de lançamento: 2017
Editora: ParaLeLo13S
Páginas: 108

2. Um Buraco Com Meu Nome | Jarid Arraes

Para todos aqueles que buscam seu lugar no mundo, ainda que em um buraco particular e silencioso, o livro Um Buraco Com Meu Nome é um caminho, um trajeto, uma bússola.

Dividido em quatro partes: Selvageria, Fera, Corpo Aberto e Caverna, a autora desvela com sensibilidade a sua própria história no interior do Ceará, revirando lembranças de intolerância, afeto e inspiração.

Jarrid não economiza palavras que resgatam o poder das mulheres negras e nordestinas, a voz e força por tantos anos escondida atrás de ombros largos. Mas fica o engano para quem pensar que somente quem é do Nordeste pode ganhar identificação com a obra. Nela, as questões principais ficam para o autoconhecimento e a busca da força que existe nas vulnerabilidades.

Jarid Arraes tem 28 anos, é escritora e cordelista, nasceu em Juazeiro do Norte, Ceará, e mora em São Paulo atualmente. Conquistou milhares de leitores com seus livros As Lendas de Dandara e Heroínas Negras Brasileiras em 15 Cordéis.

Onde comprar: site da Amazon
Formato: versão física
Preço: R$ 36
Ano de lançamento: 2018
Editora: Pólen Livros
Páginas: 160

3. Dente de Leão | Mia Dailan

Com poesias leves e cotidianas, Dente de Leão transporta o leitor à várias fases de sua infância, adolescência e ao agora. Não importa o onde e não importa o quando, Mia faz escritos atemporais e não economiza palavras que proporcionam viagens no próprio sentido da sua proposta: dentes ferozes de um leão, dentes de leão que se vão com sopros.

Em uma seleção de 40 poesias, que revelam a Semente, Folha e Flor, capítulos escolhidos pela autora, a trajetória da sua escrita também é evidenciada pela maturidade e o olhar cada vez mais ampliado, acerca dos entraves da vida, à medida que as poesias avançam. Um livro para deixar na cabeceira e abrir uma página aleatoriamente, ao acordar ou antes de dormir.

Mia Dailan, 30, que nasceu em Caetité, na Bahia, vive em Salvador desde os 16 anos, e é estudante de Letras da Universidade Federal da Bahia (Ufba). A autora teve no livro a sua estreia nos impressos do universo literário.

Onde comprar: através do Direct pelo Instagram da autora: @miadailan
Formato: versão física
☌ Preço: R$ 29
Ano de lançamento: 2018
Editora: Ixtlan
Páginas: 67

4. Algumas Histórias Sobre a Falta | Maria Luiza Maia

Fã de literatura portuguesa contemporânea, Maria Luíza Maia tem 23 anos, nasceu em Feira de Santana, mora em Salvador, é escritora, graduanda em Psicologia e estudante de Psicanálise. Publicou o seu primeiro livro, Algumas Histórias Sobre a Falta, em maio de 2018, embora já escrevesse há mais tempo contos e poemas, que ficavam guardados nos seus blocos de notas.

Seu livro apresenta uma série de poesias em prosa sobre o cotidiano, sentimentos, afetos, experiências vividas e, em especial, a angústia da falta, que as pessoas tentam preencher ao longo da vida através das relações individuais e coletivas. O tom provocativo da obra instiga o leitor ao movimento interno após a análise do seu universo também exterior.

Em setembro do ano passado, a obra foi relançada pela editora Mondrongo, ganhando uma nova capa e poemas inéditos. A tiragem ficou esgotada em apenas quatro meses, com vendas através das redes sociais e algumas livrarias físicas de Salvador. Em breve, Maria Luíza pretende lançar o seu livro em formato digital, podendo ser adquirido novamente. 

Onde comprar: no momento, encontra-se esgotado, mas em breve será lançado em formato e-book. Acompanhe a autora no seu Instagram: @marialuiza.maia
Formato: versão física
Preço: R$ 35
Ano de lançamento: 2018
Editora: Mondrongo
Páginas: 81

5. Versos Cafeinados | Karoline do Amaral

Em formato de livro de bolso, Karoline do Amaral dedica à sua própria avó versos que transitam o amor, amizade, família, carreira e cotidiano. Os capítulos são marcados pelas suas idades, momento em que escreveu as poesias: 14, 15, 16, 17 e 18 anos.

A autora transmite a sensação de um diário aberto, onde é possível acompanhar seu amadurecimento, a forma como lida com as dificuldades da adolescência e enxerga o seu próprio universo.

Uma obra que combina muito com um café, uma tarde chuvosa e carinho de avó no cabelo. Com muita delicadeza e sensibilidade, Karol conquistou diversos leitores e os surpreendeu com um projeto pessoal, onde 50% das suas vendas são destinadas a grupos sociais, como Sementes do Bem e Levanta-te e Anda. Além das ações, a autora também desenvolve o Versos Cafeinados Vão à Escola, levando sua poesia para estudantes da rede pública.

Karoline do Amaral estreia sua jornada na literatura com versos que ganham maturidade a cada página. A autora tem apenas 19 anos, nasceu e mora em Feira de Santana (BA), onde cursa Letras, pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).

Onde comprar: através do Direct pelo Instagram da autora: @versoscafeinados
Formato: versão física
Preço: R$ 20
Ano de lançamento: 2018
Editora: Publicação Independente
Páginas: 92

6. Entre Uma Dose e Outra de Amor | Matheus José

Pensamentos que precisaram deixar de ser apenas pensamentos e viraram, então, sentimentos. Depois eles foram transformados em rabiscos no papel. E, por fim, em frases e poesias. Assim, foi nascendo Entre Uma Dose e Outra de Amor. Com temáticas que brincam com as idas e vindas das paixões, partidas que compuseram memórias afetivas e chegadas que mudaram tudo.

O livro, que contém ilustrações de Gabriela Yane, será lançado dia 26 de abril em um sarau aberto, na cidade do Recife (PE), e poderá ser adquirido pelas redes sociais do autor e da Editora Vecchio.

Matheus José tem 20 anos, nasceu em Juazeiro, Bahia, viveu em Petrolina, mas é definitivamente do mundo, seu pé está sempre na estrada. Fundador da Editora Vecchio, é também estudante de Letras na Universidade de Pernambuco. Outros quatro livros marcam a sua trajetória na literatura: Pensamentos de um Andarilho (2015), Dante e Beatriz (2015), Orion (2016) e Uma Janela Para o Coração (2018).

Onde comprar: pelo Direct, através dos perfis de Instagram @matheusjose_s e @editoravecchio
Formato: versão física
Preço: R$ 25
Ano de lançamento: 2019
Editora: Vecchio

Autor: Elizza Barreto • @elizzabarreto

Elizza Barreto, que prefere ser chamada de Lizz, tem 23 anos, é psicóloga, residente multiprofissional em cardiologia, escritora e autora de Cappuccino de Chocolate com Creme, seu romance de estreia. Escreve sobre tudo o que vê pelo mundo, inclusive as entrelinhas. Seu maior plano é viver os começos felizes que rabiscou no caderninho, que não sai da sua bolsa.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR: