5 LIVROS DE CONTOS ESCRITOS POR AUTORES BAIANOS DA NOVA GERAÇÃO

Para quem busca uma leitura rápida e sem linearidade obrigatória, os livros de contos são uma ótima pedida. E eles podem ficar ainda mais especiais. Autores baianos da nova geração trazem obras com os curtos textos e com diferentes temáticas, dando um toque contemporâneo e crítico às reflexões. Confira cinco dicas para a sua lista.

Nos contos, a história escrita é narrada de maneira breve, com um número pequeno de personagens e dentro de um tempo-espaço delimitado. Grandes nomes da literatura escreveram dentro do estilo, como Machado de Assis, Clarice Lispector, Mia Couto, Lygia Fagundes Telles.

Também utilizando da mesma linha, jovens escritores baianos têm transformado o cenário literário através da originalidade, com produções que fogem do modelo tradicional de editoração e publicação. Apesar de não seguirem apenas o gênero, diversos autores da terra do dendê marcam presença com as curtas tramas escritas enquanto as apresentam com temas variados.

Imagem relacionada

Confira a seleção do NÃO ÓBVIO de cinco livros (sem ordem de preferências) de contos com temáticas para todos os gostos e que levam o toque baiano dos seus autores:

1. Pro Inferno Com Isso | Matheus Peleteiro

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é linha-4-1024x5.png
Foto: Divulgações

Matheus Peleteiro é soteropolitano, escritor, graduado em Direito e carrega em sua própria bagagem literária muitos títulos, que foram publicados ao longo dos últimos quatro anos, como o romance Mundo Cão, a novela Notas de um Megalomaníaco Minimalista, o livro de poemas Tudo Que Arde Em Minha Garganta Sem Voz, a distopia O Ditador Honesto e, ainda, a tradução do livro A Alma Dança em Seu Berço, do autor Niels Hav.

Pro Inferno Com Isso, seu primeiro livro de contos, aborda de forma crua e cômica a violência urbana e a insanidade da vida moderna. Ao longo dos vinte e oito contos escritos, o caótico cotidiano urbano é explorado de modo a entreter o leitor, através de análises das tragicômicas peculiaridades da contemporaneidade.

Peleteiro afirma que a obra literária pode ser tida como “a mais escatológica, indecente, cômica, absurda, existencial, e, portanto, literária”, dentre as que já publicou.

Com exemplares esgotados na sua primeira edição, o livro ganhará uma nova, neste mês de abril de 2019, com seis novos textos que trazem os personagens que não dispensam críticas à hipocrisia humana.

☌ Onde comprar: versão física através da rede social do autor
@_matheuspeleteiro e versão digital no site da Amazon
☌ Preço: R$ 30
☌ Ano de lançamento: 2017 (1ª edição); 2019 (2ª edição)
☌ Editora: publicação independente
☌ Páginas: 148

2. Depois Daquilo | Vanessa Brunt

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é linha-4-1024x5.png
Foto: Divulgações

Vanessa Brunt tem 23 anos, é soteropolitana, escritora, jornalista, colunista do jornal Correio da Bahia, fundadora do site NÃO ÓBVIO e também youtuber. A autora já lançou seis livros, como o Entre Chaves, bastante estudado por diversas universidades baianas. Quatro das suas publicações, inclusive, foram para além do Brasil e ganharam distribuição também em Portugal.

Entre poesias, crônicas e suas famosas frases, que circulam pela internet (a exemplo de: “Transbordo em tudo. Fico onde couber.“), Vanessa apostou também nos contos. Depois Daquilo, seu livro mais recente, apresenta críticas aos relacionamentos humanos atuais, de forma provocativa e reflexiva, mas também lúdica.

Brincando com as palavras, a autora traz temas como os ganhos das perdas e a inversão de culpas. “É um compilado de desabafos que vêm de lições e impressões do mundo contemporâneo. Em um momento em que o traído é o que leva chacota, esse é um lembrete de que, no fundo, os mais fortes são os que sentem”, resume a escritora.

Na obra, Brunt exibe os contos com toques de crônicas, poesias, frases e todos os sentimentos do seu universo particular, que podem ser lidos de forma aleatória, intuitiva e sem regras.

A autora conta que o Depois Daquilo “é a minha maior bagunça sentimental e por isso creio que seja também a obra mais crua que já lancei. Ele traz o mote da importância do que fazemos após a cicatriz, mas trata de diversos sentimentos envoltos. A sensação ao vê-lo finalizado foi basicamente a mesma que tenho ao ver uma foto minha quando criança, aquela em que você lembra das principais lições de vida que teve, mas não consegue pontuar todas em que ali estão sem parar para reler com calma. O Depois Daquilo é meu maior lembrete de que a força só existe com o quebrar de muros e de que toda organização sem bagunça é ilusória“.

Nessa matéria do jornal Correio (parceiro do NÃO ÓBVIO), é possível conferir mais sobre o livro Depois Daquilo.

A facilidade latente com as palavras e a maneira como capta afetos coletivos e sintoniza à sua própria subjetividade, fez a literata conquistar uma extensa rede de leitores. A obra, que foi lançada em Salvador, em julho de 2018, e também na Bienal do Livro de São Paulo, em agosto, já alcançou pessoas de todo o país, em especial do sudeste e sul, onde há uma maior concentração do público da autora, assim como em Portugal.

O talento de Brunt, no entanto, não se restringe aos livros. A escritora e jornalista publica textos, resenhas, frases e pensamentos no seu blog Sem Quases e no seu Instagram, plataformas onde é possível conhecer melhor o seu trabalho e produções literárias.

Confira o booktrailer do livro e adicione à sua lista:

☌ Onde comprar: Sites da editora Chiado, Livraria Cultura, Livraria Martins Fontes, Livraria Travessa, Amazon. Em Salvador, nas livrarias físicas: Leitura (shopping Bela Vista), Porto dos Livros, LDM (shopping Paseo e Glauber Rocha). Também é possível pedir a obra especialmente autografada pelo Instagram (@vanessabrunt).
☌ Preço: R$ 33
☌ Ano de lançamento: 2018
☌ Editora: Chiado
☌ Páginas: 518

3. Canto da Rua | Mariana Paiva

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é linha-4-1024x5.png
Foto: Iracema Chequer/Divulgação

Soteropolitana, escritora e jornalista, Mariana Paiva já lançou cinco livros, é coautora da canção Ondas, que ganhou o Prêmio Caymmi de Melhor Música em 2014 e tem contos publicados em revistas como Pessoa, Vacatussa e Livre Opinião, além de textos traduzidos para diversos idiomas.

Canto da Rua é uma obra que reúne microcontos que despertam detalhes, à olho nu, sobre o cotidiano, a intimidade urbana e privada, a vida em sua essência, a realidade crua e maquiada, captada pela sensibilidade da autora.

Segundo Mariana, seu livro é “Coisa de jornalista de olhos e ouvidos atentos às histórias que ouve de relance nas entrevistas ou no elevador.”

Com aquarelas de Carol Miag, tatuadora baiana que vive em São Paulo, e apresentação do escritor Xico Sá, a obra conquista leitores apreciadores da boa arte, de todo o país. É possível acompanhar o trabalho da autora pelo seu instagram, onde é super ativa e inspiradora, e também no seu site, que contém indicações de livros, textos provocativos e um pouco mais da sua jornada no universo literário.

☌ Onde comprar: Site da editora Penalux
☌ Preço: R$ 32
☌ Ano de lançamento: 2016
☌ Editora: Penalux
☌ Páginas: 108

4. Janelário | Rodrigo Ornelas

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é linha-4-1024x5.png
Foto: Divulgações

Rodrigo Ornelas nasceu e mora em Salvador, Bahia, é filósofo e professor universitário, doutorando em filosofia pela Universidade Federal da Bahia. Janelário, seu livro de estreia, reúne 17 contos que expressam o cotidiano, através de sátiras, símbolos e metáforas experimentadas na própria escrita poética do autor, que se mistura entre o onírico e o real.

Os contos foram escritos em 2016, e se propõem a acessar leitor, por meio de uma linguagem fluída, tornando a vivência da leitura prazerosa e comunicativa.

Rodrigo traz que o primeiro conto, entitulado “Janelas sempre abertas” possibilitou a abertura de uma verdadeira janela, “que logo revelou uma grande sala de janelas muito particulares, apontando de um mesmo ponto em diversas direções possíveis”, – partiu da ideia sobre “um lugar que só existe quando já se está lá”.

Sua obra está a caminho de espaços em Feira de Santana (BA), São Paulo e Rio de Janeiro, mas já conquistou o coração de mais de 120 leitores soteropolitanos e de todo o Brasil, com as vendas pela internet. O autor ainda fez questão de marcar presença em diversos eventos literários baianos e levou seu livro para o interior do estado durante o período do lançamento, em setembro de 2018.

☌ Onde comprar: sites da Editora Penalux e Estante Virtual; Livrarias Boto Cor-de-Rosa e Porto dos Livros, em Salvador, Bahia
☌ Preço: R$ 37
☌ Ano de lançamento: 2018
☌ Editora: Penalux
☌ Páginas: 132

5. Cartas à Tereza: fragmentos de uma correspondência incompleta | Deisiane Barbosa

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é linha-4-1024x5.png
Foto: Divulgações

Deisiane Barbosa nasceu e morou em Cachoeira, interior da Bahia, é graduada em Artes Visuais pela UFRB, especialista em Estudos Literários pela UEFS, e Mestranda em Artes Visuais pela UFPB/UFPE. Já participou da 32ª Feria Internacional Del Libro de Guadalajara e do concurso baiano Grafias Eletrônicas.

A autora desenvolve um trabalho literário feito à mão, produzindo sozinha cada processo e detalhe dos seus livros, o que a própria autora chama de “costuras com literatura”. Em 2015 lançou o primeiro volume do seu livro de contos Cartas à Tereza: fragmentos de uma correspondência incompleta, que apresenta a personagem-remetente da troca de cartas, Tereza, sua relação com a sua própria casa, corpo, infância, afetos, feminilidade e mudanças urgentes atreladas ao cotidiano provocativo.

“Escrever Cartas à Tereza foi uma investigação de dentro, para fora, de mim, da casa, para além das cidades. Lançar uma correspondência no mundo, a única mulher que atende por vários e diversos destinatários, tem me rendido inúmeras partilhas, encontros e costura de imaginários”, conta a autora.

As cartas, que podem ser lidas isoladas, ou mesmo fora de ordem, circularam, em 2014, por diversas cidades da Bahia, até se transformarem em um livro, no ano seguinte, em publicação independente e totalmente artesanal pelas mãos da artista. Deisiane também desenvolveu outra obra, posteriormente, intitulada Desavesso, com poemas e fotografias de sua autoria.

☌ Onde comprar: no momento, encontra-se esgotado, mas em breve será relançado (ainda sem data definida). Acompanhe a autora na sua rede social @andarilla_
☌ Preço: R$ 25
☌ Ano de lançamento: 2015
☌ Editora: publicação independente
☌ Páginas: 72


Autor: Elizza Barreto • @elizzabarreto

Elizza Barreto, que prefere ser chamada de Lizz, tem 23 anos, é psicóloga, residente multiprofissional em cardiologia, escritora e autora de Cappuccino de Chocolate com Creme, seu romance de estreia. Escreve sobre tudo o que vê pelo mundo, inclusive as entrelinhas. Seu maior plano é viver os começos felizes que rabiscou no caderninho, que não sai da sua bolsa.

VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR: